segunda-feira, 19 de novembro de 2018

[#Restaurant] Tasting Places: Pão à Mesa Com Certeza

                Estou a escrever este post às 23 horas, pouco depois de ter chegado a casa de uma aventura que me deixou sem palavras. Ainda estou a digerir - literalmente e figurativamente! - a experiência que acabei de ter… Porque foi surreal! E digamos que… O que faz uma pessoa feliz? Boa comida, com certeza!

                Antes de vos contar tudo sobre esta visita, queria só dizer que este dia foi um dia de muitas primeiras vezes. Primeiro, fui pela primeira vez a um restaurante que tem a assinatura de um chef – O Chef José Lopes! Depois, foi a primeira vez que trouxe para esta rubrica do blog um restaurante com alma portuguesa – o que é uma grande falha minha porque a nossa gastronomia é maravilhosa e rica! E por fim… Não é todos os dias que se visita um restaurante e o serviço é tão bom que ficamos com a sensação de sermos uma celebridade ou algo parecido, que foi como me senti!
                Com tantas primeiras vezes e tantas expectativas, confesso que a maior surpresa foi a experiência ter superado – e muito – as expectativas que tinha. Este jantar tornou-se um dos melhores que já tive na minha (relativamente curta) vida, e estou mesmo muito agradecida por esta oportunidade! Agradecida e com a barriga bem cheia e satisfeita!

                Mas vamos ao que interessa, shall we?
                 
               

O Espaço

                O Pão à Mesa Com Certeza é um restaurante mesmo com alma portuguesa. Para já, o nome diz tudo – nada diz mais sobre uma mesa portuguesa que pão, que nunca pode faltar! Além disso, é um nome que fica na cabeça!
                Situado no Príncipe Real, bem perto do Miradouro de S. Pedro de Alcântara, o Pão à Mesa Com Certeza é um espaço novo (só tem 4 meses!), carismático, moderno, mas sem deixar de parte aquilo que faz parte da cultura Portuguesa. Tem uma esplanada exterior e uma sala relativamente grande interior que à primeira vista parece bem simples e com traços modernos e minimalistas. Mas aos poucos, se formos reparando nos detalhes, observamos que o espaço foi muito bem idealizado, com referências ao nosso património aqui e além – desde as frases de escritores, poetas e cantores, como por exemplo Fernando Pessoa na parede, às fotos penduradas alusivas ao nosso país, aos desenhos das figuras mais emblemáticas que nasceram em terras lusas, até aos candeeiros que foram feitos a partir de copos e de garrafões de vidro que remetem para a nossa tradição vinícola… todos os detalhes que, apesar de parecerem subtis têm bastante presença no espaço nos relembram daquilo que é nosso.
                Mas há aqui um balanço entre a tradição e o lado mais moderno, especialmente quando reparamos como as mesas estão postas: individuais de cortiça – tão típica do nosso Alentejo – com o logotipo do restaurante a contrastar com os pratos coloridos e desiguais que dão um toque especial e diferente. E é nestas pequenas coisas que se ganha imenso: quando a decoração é feita com gosto, todos os clientes ficam felizes!
                Em termos de ambiente, o Pão à Mesa Com Certeza é um restaurante a roçar um pouco o ambiente de bar – mas sem exageros. No entanto, se tivesse de criticar alguma coisa em toda esta minha aventura, só poderia mencionar que a música dentro do restaurante estava um pouquinho alta demais, mas nada que fosse demasiado incomodativo!
                Dada a localização do restaurante, não é de admirar que seja frequentado por muitos turistas! Ainda assim, há muitos portugueses que se rendem também às gostosuras que este espaço oferece – como eu!


A Comida

                Três coisas interessantes sobre o menu deste restaurante: É curto (o que facilita a vida aos indecisos como eu), tem uma mistura de clássicos portugueses, com pratos do agrado da população geral (por exemplo o hambúrguer) e opções vegetarianas, e por fim o menu varia sazonalmente, ou seja, conforme a estação, a oferta vai variando! Além disso, há que reparar que a maioria dos pratos contem elementos de pão, o que não é nenhuma surpresa considerando o nome e o conceito do restaurante!
                Um outro aspeto a apontar é que têm um menu de almoço, e também que as dose não são enormes, como muitas vezes se espera das cozinhas portuguesas, mas são bem servidas. Oh, e claro… tem de haver sempre um espacinho guardado para a sobremesa!

                E agora, antes de falar de cada coisa que veio para a nossa mesa, tenho só que vos dizer que este restaurante é uma tentação e que eu, tendo um estomago bastante mais pequeno do que gostaria, saí de lá quase a rebolar porque simplesmente não conseguia parar de comer… estava tudo tão bom!
                A primeira coisa que veio para a nossa mesa foi um couvert que incluía uma cesta de pão (com broa de milho e pão de cereais), uma pequena tigela com azeite e uma tigela com manteiga aromatizada com enchidos – que para mim foi todo um novo conceito, mas que era bastante boa! Além disso, vieram também azeitonas (infelizmente não sou muito apreciadora), e um queijinho picante que o rapaz que nos atendeu sugeriu como sendo o melhor (infelizmente sou muito apreciadora de queijo… estão a ver o problema, não é?). Claro está que o queijo foi um sucesso!
                Para entrada optamos – mais uma vez por sugestão do staff – pelo Camarão BT com migas do mesmo, bisque e funcho. Esta entrada era muito interessante. Primeiro, os camarões eram enormes e foi-nos dito que eram cozidos lentamente… e eram maravilhosos por sinal! Depois, considerando que não sou muito fã de migas, achei estas bastante boas, e realmente notava-se o sabor do camarão nelas! Por fim, achei que o funcho trazia uma certa frescura que encaixava muito bem com o resto do prato e acabava por ser um elemento surpresa! Nota 10!
                Quanto aos pratos principais, nem eu nem a minha amiga optamos pelas opções mais tradicionais – shame on us. A parte boa é que agora temos outra desculpa para lá voltar! Experimentamos os dois pratos vegetarianos – ela pediu o Ravioli de aipo com legumes e eu foi para o exótico Caril de legumes com iogurte de coco, basmati e coentros. E… qual dos dois o melhor? Começando pelo Ravioli… A primeira coisa que salta à vista é o empratamento. Parece uma obra de arte! A surpresa deste prato é precisamente os ravioli não serem o que se espera – são literalmente ravioli de aipo no sentido em que a “massa” do ravioli é feita de aipo! O recheio de legumes estava muito saboroso, mas eu acho que o que ligava todo o prato era mesmo o puré de beterraba que vinha no fundo do prato e que era maravilhoso!
                Quanto ao caril… mais uma vez não tenho razão de queixa! Foi uma refeição rica, cheia de sabores intensos, com um ligeiro toque picante e com uma grande variedade de legumes muito bem confecionados. Acompanhava com arroz basmati que não tem como enganar! Delicia!
                E quando pensávamos que não havia espaço para mais… claro que tinha de haver um cantinho para a sobremesa! Para a nossa mesa vieram duas! Primeiro, a “Tarte” de pêssego e gengibre com merengue. É chamada de “Tarte” por não ter a típica estrutura de tarte – na verdade é um recheio de pêssego super docinho que vem “entalado” entre duas bolachas crocantes (a suposta base da tarte), com merengue por cima. Ao lado da dita tarte vem um suspiro que esconde por baixo uma surpresa – uma bola de gelado de gengibre! E que maravilha que é o gelado de gengibre… tão fresco, mas com um toque picante… Yum!
                A outra sobremesa foi a torta de laranja do algarve com maracujá. Claro que tínhamos de provar um docinho que fosse mais português – e nada como uma torta de laranja! Este docinho vinha com duas bolas de gelado de maracujá, crumble, gomos de laranja e a bendita torta que era tão deliciosa como prometia – húmida, docinha e maravilhosa! Que mais se poderia pedir?

                Só mesmo um segundo estômago para poder provar mais iguarias!


O Serviço

                Se o espaço e a comida já me deixaram super feliz, o serviço foi a cereja no topo do bolo. Felizmente na maioria das minhas aventuras gastronómicas tenho tido muita sorte relativamente ao serviço, mas desta vez foi uma experiência muito diferente.

                Sabem aqueles restaurantes em que se sentem em casa? Foi precisamente isso que senti no Pão à Mesa Com Certeza. O rapaz que nos atendeu não era apenas “o rapaz que nos atendeu”, era quase que um amigo que nos estava ali a guiar por um passeio de sabores. Além de ter sido extremamente atencioso, deu-nos ótimas sugestões, explicou-nos os pratos, e sempre com um sorriso rasgado e uma simpatia enorme! (Ele chamava-se André, e se por algum milagre ele acabar a ler este post… MUITO OBRIGADA ANDRÉ!)
                Além do atendimento ter sido espetacular, o tempo de espera foi muito adequado – ou seja, não senti que estava a esperar demais pelos diferentes pratos. A minha amiga pediu vinho para beber e a garrafa foi aberta à frente dela, com todos os requintes a que ela teve direito, e a mim também me serviram a àgua. Estes detalhes são mais comuns de serem feitos em restaurantes mas não deixa de ser importante realçar!

                E como se isto não fosse bom o suficiente, ainda fomos presenteadas com a presença do Sub-Chef Daniel (o Chef Luis não estava presente), que foi à nossa mesa no final da refeição falar um pouco connosco, falar do conceito do restaurante, da sua experiencia, dos pratos que mais saem… enfim, tivemos um pouco a conversar e foi tão agradável! Confesso que nunca antes tinha tido a oportunidade de falar com o chef por trás das delicias que como e por isso foi algo que me deixou completamente rendida e encantada!


Para terminar…

                Não é todos os dias que se tem uma oportunidade assim: desfrutar de um jantar num espaço lindo, com comida deliciosa, atendimento perfeito e ainda ter a oportunidade de conhecer um dos rostos por trás das iguarias que deixou o seu posto de trabalho para nos ir cumprimentar à mesa – realmente foi uma experiência mágica.

                Se apreciam o nosso património gastronómico e querem experimentar uma versão mais moderna das nossas iguarias, não podem deixar de passar no Pão à Mesa Com Certeza! Temos de dar valor àquilo que é nosso e apreciar as nossas raízes também!
                E queria deixar aqui o meu mais sincero agradecimento pelo convite e pela oportunidade que este restaurante me proporcionou! Foi mesmo uma noite especial e não poderia ter ficado mais feliz! Estou já a pensar na minha próxima visita porque certamente irei voltar! Muito obrigada!

Pão à Mesa com Certeza Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Sem comentários:

Enviar um comentário

[#Restaurant] Tasting Places: Hygge Kaffe

                 Ainda não li o livro - só sei que está relacionado com a felicidade. Mas já tive a oportunidade de visitar o café seu h...